Quinta, 18. Outubro 2018
RedGlobe Notícias
feed-image RSS Feed
Statistics

Today: 9019

Yesterday: 27392

Since 01/06/2005: 45469632

O Partido Comunista do Brasil (PCdoB) saúda o presidente eleito do México, Andrés Manuel López Obrador e o povo mexicano pela contundente vitória alcançada neste domingo, quando López foi eleito presidente da República. No momento em que esta nota é redigida já estão apurados 70% dos votos e Obrador mantêm mais de 53% dos sufrágios, contra 22,52% do seu adversário mais próximo, Ricardo Anaya.

A apuração também indica que a coligação que sustentou a candidatura de López Obrador fará a maioria entre deputados e senadores.

Esta é uma vitória de grande monta. Obrador, homem de esquerda e de sólidas convicções progressistas, prometeu durante a campanha defender a soberania nacional e a dignidade do México, aviltada pelos ataques de Trump contra os imigrantes e a economia mexicana. Combateu o neoliberalismo e disse que iria atacar principalmente as razões que condenam milhões de mexicanos à exclusão e à pobreza.

Em São Paulo, a pré-candidata do PCdoB à Presidência da República, Manuela d’Ávila, participou na tarde desta sexta-feira (29), da Sabatina “Me Explica?”, com jovens do ensino médio, na Casa do Saber. Durante o bate-papo com os adolescentes, Manuela defendeu que a União invista mais recursos na educação infantil.

A pré-candidata do PCdoB à presidência da República, Manuela d’Ávila, foi a primeira presidenciável a receber de representantes das 7 centrais sindicais a Agenda Prioritária da Classe Trabalhadora, com 22 pontos formulados de forma unitária com principais pontos de interesse dos trabalhadores.

Acompanhei Manuela D’Ávila, minha candidata à Presidência da República, no programa Roda Viva, da TV Cultura. Fiquei feliz pelo convite, senti-me representante dos milhares e milhares de comunistas que estão muito orgulhosos em tê-la como nossa porta-voz.

O PCdoB, através do advogado Paulo Guimarães, entrou com uma petição nesta terça-feira (26), solicitando que o Supremo Tribunal Federal (STF), conceda liminar em Ação Direta de Constitucionalidade (ADC), que trata sobre a presunção de inocência, pela qual ninguém pode ser considerado culpado antes de esgotados todos os recursos em todas as instâncias da Justiça.

A pré-candidata do PCdoB à Presidência da República, Manuela d’Ávila recebeu a solidariedade da ex-presidenta Dilma Rousseff (PT) pelos ataques machistas e misóginos da bancada de entrevistadores do programa Roda Viva, da TV Cultura, na noite desta segunda-feira (25).

Em nota, Dilma destacou que as “grosserias do Roda Viva, demonstram que a imprensa brasileira se tornou uma facção política e partidária”.

Na primeira metade do século 19, indignado com as trampolinagens dos que usavam os jornais para a autopromoção, difamação de adversários, intrigas e picaretagens de todo o tipo, Honoré de Balzac, na obra prima “As Ilusões Perdidas”, livro dos livros da majestosa “Comédia Humana”, qualificava a imprensa da época como o “lupanar do pensamento”.

Por José Reinaldo Carvalho*

A fértil imaginação e o agudo senso de realidade do maior de todos os escritores franceses não imaginariam, contudo, o nível de abjeção, indignidade, desonra e sujeira a que poderiam decair os meios de comunicação do Brasil de quase dois séculos depois.

A pré-candidata do PCdoB à Presidência da República, Manuela d’Ávila recebeu apoio e solidariedade do Partido dos Trabalhadores (PT) que em nota observou que ela foi alvo de ataques machistas e misóginos pela bancada de entrevistadores do programa da TV Cultura.

Em nota, o PT ressaltou que o que era para ser uma sabatina com a pré-candidata do PCdoB, foi um “festival de horrores”, de “causar repulsa em qualquer brasileira e brasileiro que esperava assistir a uma entrevista que discutisse os rumos do país”.

Convidada para participar da sabatina do programa Roda Viva da TV Cultura, a pré-candidata do PCdoB à Presidência da República, Manuela d’Ávila, passou quase a totalidade do programa de um hora tentando fugir de ataques e apresentar projeto de Brasil. Com tranquilidade, mas ao mesmo tempo com muita coragem, Manuela enfrentou ironias e ataques destilados pela bancada convidada pela emissora.

Real time web analytics, Heat map tracking